Um café com… Anabela de Sousa – Coordenadora da REFOOD em Odivelas

Anabela de Sousa é advogada de profissão, mas desde sempre esteve envolvida em projetos de voluntariado a favor da comunidade. Atualmente, Anabela é a coordenadora do núcleo de Odivelas do Movimento Refood.

Anabela de Sousa e Hunter Halder, fundador da Refood
DR

“A Refood surgiu em Lisboa pelas mãos de Hunter Halder, um americano residente em Lisboa, que começou a perceber que, ao final do dia, o café em frente à sua casa colocava no lixo os bolos que sobravam. E teve a ideia de sugerir que o destino das sobras fosse a distribuição pelas pessoas que precisavam. E começou a ir de bicicleta, com uns cestos, buscar as sobras e entregar a quem necessitava.” Conta-nos Anabela.

E, como as boas ideias têm tendência a alastrar, ao fim de pouco tempo mais fontes de alimentos surgiram para ajudar mais pessoas necessitadas, combatendo assim uma das principais preocupações do fundador, o desperdício de alimentos.


“neste momento a Refood de Odivelas é já o 50° núcleo”

Anabela de Sousa

Passado algum tempo a bicicleta em que se deslocava era já insuficiente para transportar todos os alimentos e, Hunter Halder passou a andar cheio de sacos a fazer a distribuição das sobras e, “como o exemplo é algo que funciona, as pessoas começaram a intercetá-lo e acabaram por criar o primeiro núcleo da Refood na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Lisboa e, neste momento a Refood de Odivelas é já o 50° núcleo.

Trazer esta ideia para Odivelas tem sido uma tarefa pautada pela resiliência, “quando em 2015 decidi trazer este projeto para aqui, o movimento não era muito conhecido”, mas um grupo de 7 pessoas decidiu pôr mãos à obra e depois de um longo período de formação, reuniões, encontros e atividades a Câmara Municipal de Odivelas cedeu um espaço físico essencial à existência da Refood naquele concelho.

É interessante notar que a Refood como IPSS não recebe apoios do estado, todos os apoios são através de mecenas, por exemplo uma agência de seguros paga-nos a fatura de eletricidade, outra empresa que nos paga a água.

A maior dificuldade é conseguir voluntários, para despenderem de 2 horas para trabalhar no núcleo.

No passado dia 10 de Março foi inaugurado o núcleo que tem como principal parceiro a Padaria Portuguesa, entre outros e começará oficialmente a funcionar no próximo dia 6 de Maio.

O principal foco da Refood é acabar com o desperdício de alimentos, que atinge diariamente números assustadores. Calcula-se que em Portugal sejam desperdiçados anualmente mais de um milhão de toneladas de alimentos.

Trata-se de um problema que passa a transversal quando se tem em conta os fatores associados que provocam um impacto negativo na biodiversidade do planeta, como as emissões de gases de efeito estufa, ou a diminuição das reservas de água potável associadas à produção de alimentos.

O Olhares de Café une-se a esta iniciativa e congratula-se de ser um parceiro de divulgação dos núcleos Refood de Odivelas e Belém.

Mais informações podem ser obtidas através do site e nas redes sociais.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.