Interpretes FC2019: Mariana Bragada

Mariana Bragada nasceu em Bragança em 1997 com a necessidade de cantar, de ouvir e se expressar. As primeiras músicas originais surgiram aos 15 anos, assim que aprendeu a tocar guitarra. Mas canta desde que tem memória, tanto para passar o tempo como para vencer os medos.

Mais tarde mudou-se para o Porto para estudar Design de Comunicação e ali foi acolhida por novos ritmos e influências. Não se esquecendo das raízes criou o seu primeiro EP para um projeto da faculdade: “A voz, A vós, Avós”, trabalho feito com uma loopstation, improvisação vocal e gravações dos avós.

Atualmente, para além da guitarra, Mariana explora melodias usando apenas a voz, cosendo tapetes sonoros de sonhos e linguagens coletivas.

Publicidade

Com o projeto MetaMónada, tocou em 2018 no TedxPorto, Festival Bons Sons, Um ao Molhe, SofarSounds Madrid, Porto e Coimbra, entre outros, e gravou para “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria “ e para a Antena1, tendo participado no programa “Masterclass”. Tem também trabalho de sonoplastia feito para o teatro (com o Um Coletivo) e está a trabalhar no seu disco de estreia. Esta é a sua estreia no Festival da Canção.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.