Interpretes FC2019: João Couto


[Intérprete convidado por Pedro Pode]

João Couto tem 23 anos e deixou de ser um nome desconhecido quando em 2015 se consagrou vencedor da 6.ª edição do “Ídolos”. Mas desde muito novo que a música se revelou a sua maior paixão, entre a descoberta do “Best of” de Rui Veloso, à “bofetada”, como o próprio afirma, que foi ouvir, pela primeira vez, “A Night at The Opera” dos Queen ou “Abbey Road” dos Beatles, passando pelas aulas de música e por algumas bandas de garagem. É um intérprete, compositor e letrista de recorte clássico, cujas maiores referências tanto passam por nomes como The Beatles e Bruce Springsteen, até Rui Veloso, Jorge Palma e cantautores nacionais mais recentes.

Publicidade

Em 2018 lançou “Carta Aberta”, álbum que conta com produção e arranjos de João Martins. Para além de canções assinadas pelo próprio, o disco inclui temas em co-autoria com Samuel Úria, Pedro de Tróia (Capitães da Areia), Janeiro e João Martins. No disco João Couto canta, de um ponto de vista marcadamente pessoal, a solidão, a fuga, o amor e o desamor, a rotina, a promessa…

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.